Quais são os tipos de clareamento dental?

O clareamento dental está entre os procedimentos estéticos mais procurados nos consultórios odontológicos e, atualmente, quem almeja dentes mais brancos tem várias opções de tratamento disponíveis. Conheça quais são os tipos de clareamento dental e descubra qual deles é perfeito para você!

Você já deve ter ouvido falar que o sorriso é considerado o melhor cartão de visitas, não é? Embora a expressão pareça um tanto clichê, não dá pra negar que é um dos primeiros detalhes que observamos ao conhecer alguém.

E, para que esse “cartão de visitas” expresse características positivas, alguns atributos são importantes, como formato, alinhamento e, claro, a cor: dentes brancos e brilhantes tendem a ser considerados mais bonitos e saudáveis do que dentes amarelados.

 

Por que os dentes amarelam?

Bem, é verdade que a cor natural dos dentes não é realmente branca e nem é igual para todas as pessoas, ficando, geralmente, entre tons bem clarinhos de amarelo e marrom.

Com o tempo e alguns hábitos frequentes como fumar, consumir alimentos muito pigmentados e não realizar a higienização adequada, os dentes podem ganhar manchas e tons mais escuros. O envelhecimento também pode ser um fator relevante para o amarelamento dos dentes pois, à medida que a idade avança, o esmalte desgasta e expõe a dentina, parte interna do dente que é mais porosa e pode absorver com facilidade o pigmento dos alimentos, bebidas e sujeira acumulados em sua superfície.

Na maioria dos casos, porém, a cor natural dos dentes pode ser recuperada com procedimentos de clareamento dental.

Assista ao vídeo e saiba mais sobre as causas do amarelamento dental:

 

Cinco motivos para o amarelamento dental

Tabagismo

Isso mesmo. Muitos são os problemas de saúde adquiridos por quem tem o hábito de fumar.

O amarelamento dental também pode ser gerado pelo tabagismo. Na composição dos cigarros e cachimbos, estão nicotina, metais pesados e produtos à base de alcatrão, os quais acabam por escurecer os dentes com o tempo.

Falta de higiene bucal

Às vezes, achamos que aparentemente nossos dentes estão limpos, quando na verdade eles precisam de muito mais atenção.

Não seguir uma rotina que envolva uma boa escovação, o uso do fio dental após as refeições, bem como o uso de um enxaguatório para remoção de placa e tártaro, pode causar a descoloração dental.

Avanço da idade

O amarelamento dental também é parte natural do processo de envelhecimento do indivíduo.

Tal fato ocorre porque o esmalte (cobertura branca e forte dos dentes) vai perdendo o brilho com o passar o tempo, por conta do desgaste diário.

Uso de remédios

É comum que alguns medicamentos, como antibióticos, anti-histamínicos e antipsicóticos, escureçam os dentes.

Por isso, é importante sempre estar ciente sobre os efeitos colaterais dos remédios de que está fazendo uso, sempre sob supervisão de seu médico.

Herança genética

Muito comumente se observam pacientes com dentes amarelados por conta de herança genética.

Nestes casos, não há como prevenir, mas há como clarear, sim!

 

Como o clareamento dental funciona?

O clareamento dental é obtido por meio da aplicação de agentes clareadores sobre a superfície dos dentes, em maior ou menor concentração. Essas substâncias geram uma reação química, quebrando as partículas de pigmento responsáveis pelo amarelamento dos dentes.

É importante ressaltar que o procedimento não tem a função de embranquecer os dentes. O clareamento dental remove os pigmentos acumulados ao longo do tempo e devolve a tonalidade original dos dentes, deixando-os mais claros e harmoniosos.

Atualmente, há diferentes tipos de clareamento dental, que diferem em relação ao seu método, aplicação e tempo de manutenção do resultado. Explicaremos a seguir como eles funcionam e seus benefícios:

 

Clareamento dental em consultório

O clareamento dental de consultório consiste na aplicação de gel com ativo clareador em concentração elevada sobre os dentes, proporcionando resultados incríveis já na primeira sessão.

Como o próprio nome sugere, este procedimento é realizado inteiramente no consultório odontológico pelo cirurgião-dentista, que toma o cuidado de isolar lábios e gengivas para evitar a sensibilidade causada pela exposição ao produto, e acompanha a ação clareadora até o efeito desejado.

Algumas técnicas de clareamento dental em consultório incluem a exposição dos dentes à luz durante o procedimento, como forma de ativar e turbinar o efeito clareador.

O tratamento completo varia entre uma e três sessões, conforme o resultado pretendido pelo paciente. Este tipo de clareamento é indicado para quem deseja efeito instantâneo e, também, para pessoas que têm retração gengival e podem ter muita sensibilidade com outras técnicas.

Clareamento dental caseiro

Apesar do nome, o clareamento caseiro também exige supervisão profissional. A diferença, entretanto, é que parte do tratamento é realizada no consultório pelo dentista e parte é realizada em casa pelo próprio paciente.

No consultório, o profissional faz a avaliação dos dentes, modela as arcadas para produção das moldeiras de silicone, entrega ao paciente o produto em concentração reduzida e o orienta sobre seu uso. Em casa, o paciente aplica o gel clareador na moldeira e a encaixa sobre os dentes, permanecendo com ela durante algumas horas por dia.

O tratamento deve ser realizado por algumas semanas e o efeito é gradativo, embora alguns pacientes consigam perceber diferença nos primeiros 10 dias.

Uma das grandes vantagens do clareamento dental caseiro é a durabilidade: a exposição contínua dos dentes ao agente clareador faz com que seu efeito seja prolongado, quando comparado ao clareamento de consultório. E, ao contrário do que muitas pessoas imaginam, isso não aumenta as chances de sensibilidade, justamente por sua baixa concentração.

 

Qual o melhor tipo de clareamento dental?

Na verdade, ambos os clareamentos têm benefícios e o que vai determinar o melhor método é o conjunto entre o resultado esperado pelo paciente e a avaliação do profissional sobre a saúde dos dentes e gengivas.

Ainda está em dúvida? Dê uma olhadinha neste vídeo:

 

Resultado imediato e duradouro? Na DenteBelo é possível!

Para dentes mais claros na hora e por muito mais tempo, o Dr. Gedson Flesch, cirurgião-dentista e diretor da DenteBelo, sugere associar as duas técnicas: primeiro é realizado o clareamento dental de consultório, para que o paciente já tenha a percepção de dentes mais claros, e, em seguida, faz-se a manutenção com o clareamento caseiro. Perfeito, não é?!

Quer saber se você também pode se beneficiar desse recurso acessível e prático?

Escolha a unidade mais próxima e agende sua avaliação gratuita com um de nossos profissionais! Se tiver alguma dúvida, entre em contato conosco.

Clareamento dental na DenteBelo.

Venha sorrir com a Dente Belo!

LEIA TAMBÉM:

Clareamento Caseiro x Clareamento a Laser. Qual o melhor?

Como funciona o clareamento caseiro?

Tratamentos odontológicos na DenteBelo

Implante dentário

Prótese dentária

Clareamento dental

Ortodontia

Alinhador Invisalign

Aparelho ortodôntico

Clínica geral

Tratamento de canal

Gengivite

Periodontia

Bruxismo

Ácido hialurônico

Bichectomia

Lipo de papada