Prótese protocolo: o que é?

A maior parte dos pacientes que perderam seus dentes se sentem constrangidos na hora de se comunicar com alguém, pois um sorriso incompleto ou vazio prejudica a autoestima e o dia a dia de qualquer pessoa. A prótese protocolo é uma das melhores opções, entre as soluções disponíveis no mercado, para resolver a insegurança e outros problemas causados pela falta de dentes.

Essa moderna solução tem como objetivo principal a reabilitação das funções de fala e mastigação, consequentemente proporcionando uma grande melhoria na qualidade de vida do paciente.

Leia nosso artigo para: entender o que é prótese protocolo; saber quais são seus benefícios; como é o tratamento com o protocolo dental e muito mais!

 

O que é prótese protocolo?

A prótese protocolo é um recurso moderno para o restabelecimento das funções orais de pacientes que perderam todos os seus dentes. Além de recuperar suas funções de fala e mastigação, com ela o paciente consegue recobrar também seu sorriso completo.

Esta é uma técnica muito usada para substituir a dentadura convencional, pois apresenta um resultado superior a ela, sendo conhecida também como dentadura fixa ou prótese dentária tipo protocolo. Outra nomenclatura para este dispositivo protético é: dentadura fixa sobre implantes dentários.

Geralmente, a prótese protocolo é constituída por doze dentes reunidos em uma estrutura específica, sendo parafusada sobre implantes e, por isso, essa técnica opera como uma prótese fixa. O número de implantes varia de acordo com a estrutura de cada paciente, mas em geral são quatro, cinco ou seis deles. Abordaremos esse assunto mais a fundo ao longo do artigo.

Oposta à dentadura convencional, que é apoiada sobre as gengivas e mucosas, a prótese protocolo é uma dentadura que não apresenta qualquer mobilidade ao mastigar ou falar. Isso acontece justamente porque ela é uma dentadura fixada a implantes dentários e, por ter muito mais vantagens do que desvantagens, a prótese protocolo é o procedimento definitivo para substituir as dentaduras móveis convencionais.

 

Quem pode fazer o tratamento com a prótese protocolo?

Desde que o paciente tenha seus exames de sangue em dia, uma boa saúde (de forma geral) e desfrute de condições ósseas favoráveis à instalação de implantes dentários, ele pode fazer uso do tratamento com a prótese protocolo sem qualquer contraindicação.

Restrições: quem não pode usar implante protocolo dental

Dentre as restrições de uso do implante protocolo, a idade não se encontra entre elas! A seguir, veja quais são as condições que podem apresentar um problema para o tratamento com dentadura fixa. Preste atenção a cada item e descubra se você pode adicionar essa técnica às suas opções, como tratamento adequado, a fim de melhorar sua qualidade de vida e reaver a confiança para sorrir sem medo!

As condições que comumente impedem uma pessoa de poder usar a prótese protocolo dentário são:

– Ser fumante massivo (fumar mais de dez cigarros por dia);
– Ser diabético e não controlar sua condição;
– Ter realizado radioterapia na cavidade bucal (num período considerado recente);
– Fazer uso de medicações para osteopenia.

Essas são algumas das condições sistêmicas e locais que podem acabar levando à contraindicação do tratamento. As duas primeiras condições citadas apresentam riscos muito altos para perdas dos implantes protocolo dentários, mas são adversidades que têm chance de serem revertidas com tratamento adequado.

Sendo assim, antes de tomar uma decisão para iniciar qualquer tratamento odontológico de reparação, é essencial que se tenha uma consulta com um dentista especializado em próteses. Caso você tenha alguma das condições citadas acima, ou possua alguma dúvida sobre qual a melhor prótese dentária para o seu caso específico, você pode agendar uma avaliação gratuita em qualquer uma de nossas clínicas!

Continue lendo este artigo para descobrir ainda mais sobre a prótese protocolo.

 

Benefícios da prótese protocolo

Com muito mais vantagens do que desvantagens, quando seu uso é comparado ao tratamento com a dentadura convencional, a prótese protocolo é recomendada para os pacientes que perderam todos os dentes da mesma arcada.

Quando um paciente opta por fazer um tratamento com prótese protocolo superior e/ou prótese protocolo inferior, ele irá perceber os benefícios da prótese dentária em sua vida:

– Melhora ou recuperação da função de mastigação;
– Melhora na fala;
– Dentes alinhados;
– Aumento da autoestima ou recuperação dela.

Vantagens:

Além dos quatro benefícios citados acima, a prótese protocolo dental tem mais vantagens em relação às soluções com dispositivos protéticos removíveis.

Mas, afinal, quais são as vantagens da prótese protocolo?

Fácil higienização

Da mesma forma como indicada a higienização dos dentes naturais, escove seus dentes pelo menos três vezes ao dia (ao acordar, após o almoço e antes de dormir) e lembre-se de usar o fio dental corretamente. Além disso, é recomendado que se utilize uma escova interdental para fazer a limpeza dos espaços que não podem ser alcançados com uma escova convencional e, claro, visitar seu dentista para fazer sua profilaxia periódica.

Durabilidade elevada

Pacientes que mantêm a rotina de higienização correta e fazem a profilaxia periodicamente conseguem fazer com que sua prótese protocolo dure muito mais tempo do que outras alternativas. Em média, a duração de uma prótese protocolo varia entre cinco e dez anos, mas já foram vistos casos em que a prótese dental fixa durou mais de duas décadas.

Fácil adaptação

Como a fixação do implante é feita no osso responsável pela sustentação dentária, o processo de reabsorção óssea é interrompido e isso faz com que a adaptação do paciente à prótese protocolo seja bem mais tranquila e fácil. Isso é bem diferente do que acontece quando o paciente decide usar uma prótese removível, pois a cada ano seu osso fica mais fino e seu sofrimento aumenta cada vez que precisa adaptar-se novamente à prótese. Sendo assim, além de durar mais e ser mais fácil de higienizar, a prótese protocolo é uma alternativa que diminui suas dores.

Mais estabilidade e liberdade

Durante a fala e a mastigação, a prótese protocolo garante a estabilidade da dentadura porque é completamente fixa no implante inferior ou no implante protocolo superior. Isso acaba proporcionando mais liberdade ao paciente, pois ele não precisa deixar de fazer qualquer atividade que antes precisava evitar, quando se encontrava em alguma situação social, por causa da falta de seus dentes naturais ou do uso de uma prótese removível comum.

Com as dentaduras móveis, há diversos momentos que podem deixar uma pessoa constrangida. Seja ao sorrir, falar, soprar ou comer, a prótese pode se deslocar e isso acaba restringindo a vida e o dia a dia do paciente.

Por isso, com o protocolo implante superior ou inferior, a dentadura fixa acaba com a necessidade de uso de adesivos fixadores e com as preocupações relacionadas a situações embaraçosas.

Menos restrições alimentares

Por não soltar ao falar ou mastigar, a prótese protocolo restabelece aproximadamente 85% da capacidade mastigatória do paciente, enquanto a prótese móvel só consegue alcançar em torno de 20% dessa recuperação.

Com mais eficiência para exercer a função mastigatória, o paciente consegue se alimentar com segurança como se tivesse dentes naturais e não precisa restringir sua dieta.

Extingue cortes e dores frequentes nas gengivas

Há mais uma vantagem nessa alternativa quando comparada aos incômodos que o paciente sente quando usa uma dentadura móvel: dores decorrentes de cortes e machucados nas gengivas deixam de existir. Com a prótese protocolo, o ato de mastigar não machuca as gengivas.

Ainda, sua instalação é praticamente indolor quando realizada por um dentista especializado.

Resultados estéticos harmônicos e naturais

A aparência de um sorriso completo com uma prótese protocolo é totalmente harmônica e agradável, uma vez que é extremamente difícil perceber que os dentes são artificiais ou conseguir identificar onde a prótese começa ou termina.

O resultado natural melhora a qualidade de vida do paciente e devolve sua autoconfiança para conversar e sorrir.

Desvantagens:

Sabemos que nada é perfeito… E a prótese protocolo também tem defeitos. Confira:

Cirurgia

Como mencionado anteriormente, a prótese protocolo é fixada na estrutura óssea do paciente. Por causa dessa característica, sua instalação só pode ser feita por meio de implantes dentários que são introduzidos através de uma cirurgia.

Custo elevado

O tratamento com a prótese protocolo (e seus implantes) é mais caro do que o tratamento com próteses removíveis, pois a manutenção periódica é curta (devendo ser feita a cada quatro meses).

Além da cirurgia para instalar os implantes, em alguns casos é necessário realizar um enxerto de osso para que o tratamento passe a ser viável. Isso nos leva à última desvantagem da prótese protocolo: o tempo do tratamento.

Tratamento longo

Existem muitos fatores que influenciam quanto tempo um tratamento irá durar. Normalmente, o tempo de tratamento com a prótese protocolo pode chegar a até dez meses para sua conclusão, por causa da osseointegração dos implantes dentários e de limitações ósseas e de saúde que, se não inviabilizam o tratamento, podem atrapalhar seu andamento de forma mais ágil quando exigem um enxerto, por exemplo.

 

Pós e contras da prótese protocolo: conclusão

É fácil perceber que existem muito mais prós do que contras relacionados à escolha da prótese protocolo. A escolha desse tratamento como solução para o restabelecimento do sorriso de um paciente que perdeu todos os seus dentes e quer melhorar sua qualidade de vida é bastante vantajosa.

O resultado estético final é extremamente satisfatório: um sorriso natural que devolve ao paciente sua confiança para conversar e sorrir, sem medo de qualquer julgamento ou rejeição por causa da aparência de seu riso.

 

Como é o tratamento com prótese protocolo?

O tratamento com prótese protocolo requer paciência. Ele é dividido em duas etapas e pode demorar até dez meses, dependendo das condições ósseas e bucais do paciente. Mas não se assuste com esse número!

Em média, a duração do tratamento varia de quatro a seis meses e o resultado final faz com que cada dia de espera valha a pena.

Primeira etapa:

É na primeira etapa que ocorre a instalação dos implantes dentários osseointegrados, onde serão fixadas as próteses dentárias definitivas. Depois que essa instalação acontece, os dispositivos implantodônticos demoram alguns meses para se integrarem ao osso e é por isso que o tratamento demora tanto para ser concluído. Enquanto isso vai acontecendo, o paciente irá utilizar uma dentadura provisória.

O longo período de espera varia, pois a evolução para a segunda etapa depende da perfeita integração dos implantes dentários às arcadas dentárias do paciente, já que eles serão os responsáveis por suportar todas as cargas mastigatórias enquanto a prótese protocolo for utilizada.

Segunda etapa:

Na segunda etapa, após a espera de alguns meses para a integração de seus implantes, é neste momento que ocorrerá a confecção da prótese dentária fixa definitiva. Todo esse processo se dá ao longo de três a quatro semanas e requer quatro ou cinco consultas para que a dentadura fixa seja instalada.

 

Tipos de prótese protocolo dentário e materiais

Quais são os materiais usados na prótese protocolo?

Existem três insumos distintos utilizados na fabricação da prótese dentária tipo protocolo. A escolha deles dependerá do orçamento que o paciente tem disponível e essa decisão terá influência na durabilidade da prótese e no resultado estético do sorriso.

Veja os principais tipos de prótese protocolo, de acordo com os materiais utilizados em sua confecção:

Prótese protocolo em acrílico

Para que seja feita a fixação da prótese aos implantes dentários, uma estrutura de metal é utilizada. Todas as partes externas dessa estrutura em metal são revestidas pelo acrílico, e esse revestimento de acrílico simula, ao mesmo tempo, os dentes perdidos e também as gengivas do paciente. Essa alternativa tem estabilidade e eficiência mastigatória equivalente à de porcelana.

Prótese protocolo em porcelana

Os resultados estéticos desse material sofisticado são mais marcantes. Quando confeccionada em porcelana, a prótese protocolo tem maior durabilidade e higienização mais facilitada, sendo que essa confecção pode ser feita sobre uma estrutura interna em metal ou zircônia.

Definitivamente, esse é o tipo ideal para os pacientes mais exigentes e que podem pagar um preço elevado para obter o melhor resultado estético possível.

Prótese protocolo em zircônia

Este é outro material sofisticado e a estrutura feita apenas em zircônia pura traz a maior resistência e durabilidade da porcelana, mas seus resultados estéticos são um pouco inferiores aos da porcelana. Mesmo assim, essa é uma escolha bem comum, pois é uma alternativa com resultado melhor que o acrílico, além de ser mais em conta e mais próxima da opção superior em porcelana.

 

Prótese protocolo e implante dentário são a mesma coisa?

Não. Existe uma diferença entre prótese e implante dentário! Como não são sinônimos, aqui você encontrará tudo o que precisa para entender como o implante dentário é importante no tratamento com a prótese tipo protocolo.

Antes de mais nada, é importante que você saiba que a instalação dos implantes dentários requer cirurgia. Mas não precisa ter medo e nem se preocupar!

Para que os implantes sejam instalados, o paciente passará por uma cirurgia que pode ser efetuada em apenas um dia. Essa etapa do tratamento pode ser feita de algumas formas, a depender do dentista, da clínica e, claro, do paciente. Entre as técnicas cirúrgicas utilizadas, destacam-se a cirurgia guiada para implantes dentários e a técnica “sem cortes”. Com cortes mínimos e menos invasivos do que os utilizados em técnicas convencionais, essas cirurgias são cada vez mais procuradas e o período de recuperação e adaptação é facilitado com antibióticos e analgésicos, normalmente prescritos pelo cirurgião dentista para prevenir dores e infecções pós-operatórias.

Em relação ao número de implantes dentários necessários para o sucesso do procedimento, a quantia irá depender da qualidade do osso disponível e de sua quantidade. O número utilizado em cada tratamento pode até variar, mas todos os implantes dentários são feitos em titânio e, teoricamente, quanto mais implantes forem integrados ao osso, maior a durabilidade.

Via de regra, são necessários quatro (técnica all-on-four) ou cinco implantes dentários para a fixação do protocolo dental. Porém, para o implante protocolo superior, sete ou oito implantes até são suficientes, mas alguns pacientes podem precisar de nove ou dez dispositivos implantodônticos.

 

Como decidir qual prótese usar?

Para decidir qual o tipo de prótese dentária ideal para você, é recomendado fazer uma avaliação com um dentista especializado, que levará em consideração sua saúde bucal, estilo de vida e objetivos. Assim, você terá o melhor resultado possível de acordo com as suas necessidades, garantindo melhor funcionalidade, estética e durabilidade.

Quer saber se você também pode se beneficiar desse recurso acessível e prático?

Escolha a unidade mais próxima e agende sua avaliação gratuita com um de nossos profissionais! Se tiver alguma dúvida, entre em contato conosco.

Prótese dentária na DenteBelo.

Venha sorrir com a Dente Belo!

LEIA TAMBÉM:

 – Prótese parcial removível: todas as informações!

 – Qual a melhor prótese dentária?

Tratamentos odontológicos na DenteBelo

Implante dentário

Prótese dentária

Clareamento dental

Ortodontia

Alinhador Invisalign

Aparelho ortodôntico

Clínica geral

Tratamento de canal

Gengivite

Periodontia

Bruxismo

Ácido hialurônico

Bichectomia

Lipo de papada